Prefeitura de Castelo do Piauí inicia programação do Projeto 18 de maio

140

Em alusão ao dia 18 de maio, Dia Nacional do Combate ao Abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, a Prefeitura de Castelo do Piauí e o controle social, em ação intersetorial das Secretarias Municipal de Assistência, Trabalho e Desenvolvimento Social, Educação, Saúde, CMDCA e Conselho Tutelar realizaram na noite de quinta-feira (16), o lançamento do Projeto que este ano tem como tema “Castelo do Piauí, uma rede unida no combate ao abuso e a exploração sexual contra crianças e adolescentes” e um debate sobre, “ A identificação de sinais de abuso sexual”, com a psicóloga Claudete Maria Pereira Ricardo, da casa de Zabelê.

Na oportunidade, a psicóloga destacou como detectar sinais de abuso e violência contra crianças e adolescentes nas escolas e em locais de primeiro acolhimento.

A proposta do “18 DE MAIO” é destacar a data para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos sexuais de crianças e adolescentes. É preciso garantir a toda criança e adolescente o direito ao desenvolvimento de sua sexualidade de forma segura e protegida, livres do abuso e da exploração sexual.

No Brasil  o “Disque 100”, criado pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, é um serviço de recebimento, encaminhamento e monitoramento de denúncias de violência contra crianças e adolescentes. Ele funciona diariamente de 8h às 22h, inclusive aos finais de semana e feriados. As denúncias são anônimas e podem ser feitas de todo o Brasil por meio de discagem direta e gratuita.

As ações do 18 de maio em Castelo do Piauí se estendem até o final do mês, acontecendo de forma intersetorial, com atividades de mobilização e sensibilização que envolverão crianças, adolescentes, jovens, comunidades rurais, familiares de estudantes, gestantes e idosos, das redes de ensino, municipal, estadual, particular e SCFV da Assistência Social.

A grande atividade que está se articulando esse ano é com donos de bares, restaurantes, hotéis, motéis, boates e casas de eventos.

O projeto tem como principais parceiros o Tribunal de Justiça, Ministério Público, Defensoria Pública, Polícias Civil e Militar, Governo do Estado, SASC-PI, SESAPI, Fundação Abrinq, Selo Unicef edição 2017-2020, NUCA- Núcleo de Cidadania de Adolescentes, CMAS, CEDCA, CONANDA e Governo Federal.

Faça Bonito. Proteja nossas crianças e adolescentes.

Compartilhe